História

 

historia(1)

Surgiu de uma ideia germinada e posta em prática numa Aldeia de Crianças S.O.S por duas pessoas que verificaram, na articulação entre um gabinete de Psicologia e ateliês de Cerâmica e de Jornalismo nos tempos livres, um aumento no rendimento intelectual das crianças e dos jovens que os frequentavam.

Transposta a ideia em projecto para Moimenta da Beira foi o mesmo confiado a entidades com responsabilidades sociais e culturais: a Câmara Municipal disponibilizou instalações e a Associação Cultural e Recreativa de Moimenta da Beira enquadrou-o nas suas actividades. O então Projecto Vida considerou-o “Prevenção Primária” e passou a apoiá-lo financeiramente, já que tinha como objectivo “exercitar a imaginação e a criatividade das crianças, de forma a diminuir o insucesso escolar, bem como criar condições de reabilitação e inserção social”.

O projecto original destinava-se não só a crianças, mas também e, explicitamente, a jovens, adultos e idosos, assegurando igualdade de oportunidades, na base de uma ideia simples: a de ser um espaço em que qualquer pessoa poderia fazer uso das suas competências próprias, fossem elas quais fossem, para se exprimir, conseguindo, deste modo, o reconhecimento e o respeito pela sua pessoa, independentemente das suas características específicas, assim valorizadas. A denominação de “Atelier”, continua, aliás, portadora desse sentido.

Da sua articulação com a Família e a Escola e do crescente número de aderentes à sua filosofia que continua a ver, nessa estratégia, “o desenvolvimento harmonioso do indivíduo e o equilíbrio social determinar-se e reforçar-se mutuamente” adveio-lhe a dinâmica indispensável para a sua transformação, automatizando-a em Associação de Solidariedade.

© 2015 Artenave Atelier, Associação de Solidariedade. Feito pelo Colectivo de Melhoramentos.